China tem 13 milhões de abortos por ano, diz estudo

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Jeremias 1:5 “Antes que eu te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da mãe te santifiquei; às nações te dei por profeta.”

Até nas orlas das suas vestes se achou o sangue dos Inocentes..."(Jeremias 2: 33 e 34).
Êxodo 20:13 “Não matarás.”
Cerca de 13 milhões de abortos são realizados por ano na China, de acordo com relatos da imprensa do país. Uma pesquisa mostrou que o país tem cerca de 20 milhões de nascimentos por ano.

Os números revelam que a maioria das mulheres que fazem abortos são solteiras, com cerca de 20 anos.Pesquisadores acreditam que os números reais podem ser até maior, porque há muitas clínicas não-registradas de aborto.

Especialistas chineses dizem que os jovens precisam receber mais orientação sexual. Os dados foram publicados na capa do jornal China Daily.A reportagem afirma que o alto número de abortos é uma fonte de preocupação no país.


A China tem leis rigorosas de planejamento familiar, que limitam muitas mulheres a terem apenas um filho.Abortos são permitidos em alguns casos em que as mulheres já tiveram mais filhos do que o permitido pela lei.


Há casos também de mulheres que são forçadas a abortar para se manter nos níveis de natalidade permitidos pelo governo, para que as autoridades consigam atingir as suas metas de controle populacional.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

1 comentários:

valeria.o.fernandes disse...

Acredito que o aborto seja apenas a ponta do iceberg de uma sociedade hipócrita, que a cada dia acaba com os valores e princípios familiares.
Hoje o tema dessa sociedade é "viva como se fosse o último dia de sua vida", ou seja, saia mesmo, transe, use drogas, curta, viva a sua vida, não dê ouvidos ao seu pai, não se importe com as lágrimas de sua mãe, apenas "enjoy" e "carpediem". É... Só que depois de todas as farras você percebe que àquele não foi o último dia de sua vida, "acorda Alice", agora o que restou além da ressaca, foi um filho, sim um filho, sabe-se lá de quem, ou em quais circunstâncias, mas isso não importa, o que se deve pensar agora é em como resolver o problema.
Procura-se um amigo que conhece uma clínica ótima, ou alguém que tenha um chá que é “batata”, faz-se um aborto em péssimas condições, corre-se o risco de nunca mais poder ter a graça de ser mãe, ou até mesmo de morrer, mas enfim, o problema foi resolvido... Uma criança inocente foi morta por irresponsabilidade, a sujeira já foi jogada prá debaixo do tapete, e àquela sociedade que pregou “viva a vida”, hoje aponta o dedo em sua cara e te julga, sim, sua vida é exposta nos programas de TV, discute-se quem está certo, ministro da Saúde que quer legalizar o aborto ou o Padre que excomungou? Quando na verdade o que vemos, além disso, tudo são duas crianças que foram vítimas da crueldade dessa sociedade que induz e depois diz que não foi sua culpa. Puxe pela memória, quando você era pequena todos te achavam uma gracinha com aquelas roupinhas curtas e dançando na boquinha da garrafa, ah claro, você era apenas uma criança... Quando foi época de ir a Igreja aprender sobre os ensinamentos de Cristo, você achou melhor dar ouvidos aquela celebridade que disse que religião e Deus são besteiras, que você deve acreditar em horóscopo, sorte na borra do café, runas, tarô, espiritismo, mesa branca, candomblé e etc... Se apegue em tudo, menos no que de fato é importante. É o que a nossa sociedade prega, só que agora que já aproveitou tudo o que era pra ser aproveitado o que te resta??? Cadê os seus amigos de balada??? Cadê aqueles que te disseram para “enjoya”?? Ahh, mas não te falaram que camisinha pode estourar, não te disseram que a pílula do dia seguinte pode não funcionar e de quebra causar uma má formação em seu feto... Não te disseram que curtindo a vida se pega DST do mesmo jeito né?
É agora que já aproveitou de tudo, reúna forças para juntar os cacos que restou de sua vida para tentar continuar, não dê ouvidos aos que te julgam, eles são os frutos do que plantamos. Mas se precisar de força e ajuda inabalável... OLHE PARA A CRUZ.